quarta-feira, 30 de julho de 2008

SEDUC prepara movimento Educação Nota Dez para 11 de Agosto.

quarta-feira, 30 de julho de 2008

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) quer que o dia 11 de agosto seja um importante momento para a discussão da qualidade do ensino nas escolas públicas do Estado. Nesta data, está marcada a realização do movimento “Por uma Educação Nota 10”. A mobilização de profissionais da educação, pais e alunos está sendo preparada para que sejam debatidas propostas de melhoria da Educação Pública em Mato Grosso. É o segundo ano que a Seduc realiza a mobilização.
Este foi o objetivo da reunião realizada nesta quarta-feira (30.07) na Secretaria Adjunta de Políticas Educacionais da Seduc. A reunião teve a participação da secretária adjunta Rosa Neide Sandes de Almeida e de representantes das três superintendências da unidade: Gestão Escolar, Educação Básica e de Formação dos Profissionais da Educação. Também participaram profissionais da secretaria responsáveis pelo acompanhamento do Programa de Ações Articuladas (PAR).
A mobilização levará especialmente em conta a realização do evento nas escolas que tiveram os índices mais baixos no Índice de Desenvolvimento Básico (Ideb) divulgado este ano. O esperado é que sejam debatidos temas como evasão, repetência, distorção idade série e a proficiência (efetiva competência do aluno nas disciplinas ministradas). A intenção é mobilizar também os professores de todas as disciplinas e não apenas os de língua portuguesa e matemática.

Conforme Rosa Neide, as escolas terão total autonomia para decidir a dinâmica de realização dos eventos. Estas podem usar diversas estratégias para a mobilização da comunidade escolar. “Só esperamos que esta programação tenha como foco a discussão da qualidade do ensino e a situação específica de cada escola nos índices divulgados”, recomendou.

Os participantes da reunião destacaram a importância da participação, no processo, dos secretários municipais de Educação. São mais de mil escolas municipais em Mato Grosso. As estaduais já se aproximam de 700. Rosa Neide espera que também sejam convidadas para participar dos debates as autoridades que morem no entorno da escola, ainda que estas não tenham filhos estudando no local.

Para subsidiar as discussões nas unidades escolares, a Seduc está divulgando alguns links do Ministério da Educação. Nestes, os gestores das escolas podem obter dados do Ideb e da Provinha Brasil (http://portalideb.inep.gov.br/ e http://provabrasil.inep.gov.br/). Também podem ser acessados os resultados da Prova Brasil por escola no link http://sistemasprovabrasil2.inep.gov.br/ProvaBrasilResultados/home.seam. No link http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/cartilhafamilia2.pdf pode ser acessada uma cartilha que mostra como é possível aos pais contribuírem com a escola. Nas unidades escolares em que só é oferecido o Ensino Médio, as discussões devem ser feitas quanto aos índices do Exame Nacional do Ensino Médio -Enem (http://www.enem.inep.gov.br).

Nos locais em que não for possível o acesso à internet, as escolas vão contar com o apoio das Assessorias Pedagógicas para a obtenção deste material de apoio. Os Centros de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica (Cefapros) também vão participar do processo.

No ano passado, na primeira realização do evento, 105 escolas encaminharam à Seduc protocolos de intenções para a promoção de melhorias. Para este ano, a intenção é ampliar significativamente esta participação.

SERGIO LUIZ FERNANDES
Assessoria/Seduc-MT

Nenhum comentário: