quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

EE. RENILDA SILVA MORAES


Dia 09/02/2011 estivemos reunidos com  a Equipe Gestora e professores da referida escola. Na oportunidade refletimos sobre:
  •  AVALIAÇÃO;
  •  Lei 11.769/2008,  introdução da música no currículo da escola.

Duas melodias sugeridas para serem trabalhadas:

TRABALHANDO MÚSICA NA ESCOLA LEI Nº 11.769, DE 18 DE AGOSTO DE 2008.




MATO GROSSO TROPICAL

LM. Olímpio Alves



Eu sou filho de Mato Grosso
Basta olhar para o meu rosto
Minha cor é tropical.
O verde no pé da serra
Emoldura minha terra,
Numa arte natural.

Quem já viu não mais esquece
Voltaria se pudesse
Prá rever o Pantanal.

Os riachos e cascatas
 Embrenhando-se nas matas
Ninguém viu nada igual.

Os riachos e cascatas
Embrenhando-se nas matas.
Ninguém viu nada igual.

Terra do peixe pacu,
Da garça branca, Tuiuiu.
Da pantaneira sucuri
E no cerrado tem pequi.


A viola o arrasta-pé.
O índio a onça o jacaré,
Mato grosso é uma riqueza
Tem a mais bela mulher.



Oi... Mato Grosso teu chão é quente,
Produz a melhor semente,
E na invernadas só vejo boiadas.

Oi... Mato Grosso teu chão é quente,
Produz a melhor semente
E na invernadas só vejo boiadas.


SOBRE O TEXTO:

1. Descreva com suas palavras a situação relatada com esse rasqueado.
2. Você acha que essas cenas são comuns em nosso Estado? Por que?
3. O que significa a frase: “ Oi... Mato Grosso teu chão é quente, produz a melhor semente...”.
4. Escreva um parágrafo explicando o título do texto dessa letra.
5. A divisão do Estado de Mato Grosso ocorreu no ano de 1977, portanto, 33 anos. No entanto, alguns problemas sociais ainda persistem, tais como: falta de moradias, empregos, saneamento básico, violência no campo... Diante dessas situações-problemas como podemos participar enquanto formadores de opiniões que somos. Elabore um texto reflexivo sobre essas situações. (mínimo 2 parágrafos)

 
XOTE ECOLÓGICO
LM. Luiz Gonzaga


Não posso respirar, não posso mais nadar,
A terra está morrendo não dá mais pra plantar,
E se planta não nasce se nascer não dá,
Até água da boa é difícil de encontrar.


Cadê a flor que estava aqui?
Poluição comeu.
E o peixe que é do mar?
Poluição comeu
E o verde onde que está ?
Poluição comeu
Nem o Chico Mendes sobreviveu.


SOBRE O TEXTO



1. Descreva uma situação da sua cidade que sua memória lembrou ao ouvir essa melodia.

2. Como as pessoas estão utilizando a água ?

3. Pesquise sobre o seringalista Chico Mendes (Laboratório Informática).

4. Faça um desenho que, segundo você representaria este texto.


Colaboração
Equipe Comunicação
CEFAPRO

Nenhum comentário: